Blog Posts publicados pelo Dr. Fabiano sobre diversos assuntos

Crush conversa, mas não toma atitude

Esta é uma situação que inquieta muitas mulheres. Elas sabem que tá rolando alguma coisa, são capazes de sentir alguma “tensão” no ar, contudo o carinha não faz nada para além de olhares e algumas conversinhas. Tem aquelas que perdem a paciência e caem logo fora, só que também tem aquelas que começam a se desesperar, imaginando que estão fazendo algo que o esteja impedindo de seguir adiante ou que estão confundindo a situação e que o cara quer apenas uma doce amizade. Como resolver este conflito?

A primeira coisa a se dizer é que dificilmente há um mal-entendimento nestes casos. Se o cara apenas puxasse conversa, poderia haver; mas ficar olhando é um sinal inequívoco de apreciação. Não estou dizendo que seja um sinal de paixão. É apenas um sinal de que o interesse vai além de uma terna amizade. Ora, se há interesse, por que as coisas não andam??? Sao duas as principais dificuldades: ela passa, sem perceber, sinais de desinteresse ou ele é inseguro para além da conta.

Caso 1. Tem mulheres que possuem um medo terrível de parecerem “atiradas” ou fáceis demais. Para evitar qualquer possibilidade de que isto ocorra, acabam emitindo sinais de desinteresse. Quando os caras se aproximam, não estendem a conversa, ou conversam muito seriamente, ou utilizam uma postura corporal de fechamento, ou evitam simpatia ou qualquer outra coisa que passe a ideia de que “devem cair fora”. Mas isto é fácil de se resolver com pequenas alterações comportamentais. Podem aproximar mais o corpo, exibir um leve sorriso ao longo da conversa (leve sorriso, pois sorrir exageradamente atrapalha), fazer perguntas que prolonguem a conversa, etc.

Caso 2. Tem caras que não conseguem chamar para sair mesmo. A dificuldade está neles. Paralisam e temem uma recusa, como se isto significasse a maior ofensa de todos os tempos. No fundo, este tipo torce para que elas efetuem o convite ou, então aguardam uma dica tão boa de que não serão rejeitados, que, as vezes, levam meses antes de chamar para alguma coisa. O problema aí é que as meninas creem que eles não estão a fim e acabam se afastando, ou, quando eles enfim tem coragem, elas já esfriaram e até já estão se acertando com outros carinhas. Aquelas que estão querendo muito um cara assim, e não estão dispostas a aguardar meses até que ele se sinta a vontade para tomar uma atitude, devem fazer o seguinte: a) emitir sinais ULULANTES de que aceitariam um convite, caso fosse efetuado e b) tomar a iniciativa do convite, em vez de ficar aguardando. Pois é, a mulher pode tomar iniciativa, sem nenhum problema. O que não pode é a insegurança de ambos determinar o rumo das coisas.

Queila Trizotti

Quando eu conheci o Dr. estava em uma das fases mais difíceis da minha vida, acabado de terminar um relacionamento com problemas financeiros e com a vida profissional despencando, mas através da mentoria dele fui colocando cada coisa em seu devido lugar, hoje me considero uma pessoa extremamente feliz e realizada, e quando trabalhamos nossa força interior e autoconfiança as coisas simplesmente acontecem, eu evolui tanto e obtive tantos resultados, que hoje ajudo ele meu mentor dr Fabiano Goes, a levar a sua mensagem de transformação e desenvolvimento pessoal para maior número mulheres possível. E acredito tanto na causa e no propósito e na transformação que ele gera que atualmente me tornei co-produtora Dele, que pra mim é uma honra.

Etine Oliveira

Você realmente é um profissional incrível, pois consegue fazer qualquer assunto interessante. Transborda amor pelo que faz, e o resultado não poderia ser diferente. Nós que agradecemos por compartilhar tantas informações transformadoras e relevantes. Acredito quão feliz e realizado você fica com feedback positivo que tem proporcionado na vida de tantas pessoas. Obrigada por ser este profissional sensacional.

Daniela Diniz

Advogada

Dr. você me ajudou tanto através dos seus vídeos, que nem sei se conseguirei expressar por palavras p quanto bem você me fez/faz. Obrigado por me mostrar o outro lado da coisa (sem visão romantizada que o sendo comum tem sobre quase tudo). São os seus vídeos a minha primeira busca da manhã, pois lá através da linguagem mais objetiva e acessível do mundo, eu passei a entender coisas “simples” que jamais ninguém foi capaz de explicar. Obrigado por tudo… mil vezes obrigado!

Tati Haurani

Aprendi a me amar em primeiro lugar. Aprendi que a esperteza e a experiência são ais importantes que diplomas. Aprendi que devemos aprender alguma coisa todos os dias. Aprendi que “camarão que dorme a onda leva”. Aprendi que devo conviver com pessoas que me agregam alguma coisa. E que eu devo exercitar o tempo todo a arte de “dar e receber” pois mesmo achando que não estou recebendo, o Universo manda tudo vive boa de volta. Antes, eu só sabia ganhar dinheiro. Hoje eu sei ganhar tudo que quero!

Ir para o topo