Blog Posts publicados pelo Dr. Fabiano sobre diversos assuntos

De onde vem e para onde vai o ciúme?

Este é mais um belíssimo texto, escrito por minha querida amiga Viber Simone Stefanuto.

Em tempos atuais o desejo de consumo é estimulado e faz girar a roda do livre comércio, da geração de empregos, do empreendedorismo, da produção e desenvolvimento de novas tecnologias, enfim, do capitalismo. Aqui não pretendo discutir isto, apenas apontar esta como uma das vertentes do nosso código de convivência em sociedade no século XXI, ou seja, nossa cultura.

Esta característica: o consumismo, nos proporciona o estilo de vida que desejamos ou que aprendemos a desejar, mas não é só isto que nos molda, claro. Há também a educação que recebemos, significados que repetidas vezes ouvimos e acabamos por tomar como verdades e as experiênciasa de vida que temos, todas estas em maior ou menor proporção definem nossos valores e vão além da matriz da cultura. Porém vou me focar neste desejo de querer consumir sempre mais, porém sem um propósito específico. Ter ambições na vida não é ruim, o problema está em apenas querer, sem ter um objetivo, um foco, e isto sendo repetido por muitas e muitas vezes irá criar um efeito colateral. Este efeito é o sentimento de escassez. Este sentimento de falta, falta de tempo, de recursos, de condições, nunca estando satisfeito com o que há a sua disposição, fazendo parecer que o que possui não é suficiente, acaba gerando ansiedade. E esta parece que seria resolvida com mais e mais daquilo que se acha que está escasso, mas se está escasso vem a preocupação de não se conseguir e assim mais ansiedade.

Este sentimento de escassez se contrapõe ao sentimento de abundância, o sentimento de abundância traz a tranquilidade de não precisar se importar com esta questão, simplesmente. Já a escassez gera além da ansiedae, a insegurança, que é a base para o ciúme.

A pessoa com ciúme sente que está recebendo menos atenção do que deveria, e ela tem a terrível certeza que outra pessoa está recebendo algo que seria para ela. Mesmo recebendo a atenção normal fica difícill para esta pessoa com ciúme amenizar a insegurança que este sentimento de escassez de afeto gerou nela. E mesmo quando a pessoa enciumada não enxerga mais motivos para o ser, a memória deste sentimento de escassez de afeto e do ciúme resultante é muito forte e a mínima desconfiança pode acarretar tudo novamente.

E pra onde vai o ciúme? Um dos caminhos é o sentimento de raiva e ações da qual a pessoa irá se arrepender. Mas não tem como ter ciúmes sem ser inseguro, e quanto mais uma pessoa tem ciúme, mais insegura ela fica e um sentimento alimenta o outro, causando também angústia e medo de perder. E se você já pensou em provocar ciúme em seu companheiro(a) para ter uma prova de que ele ou ela gosta de você, não cometa este erro, pois só deixará a pessoa desconfiada, ansiosa, com raiva… e isto com certeza irá piorar o relacionamento.

Então vá para o lado oposto ao ciúme, procurando ter clareza de idéias, ter sentimento de abundância e tranquilidade por saber que o que você conseguiu foi pela sua capacidade e pelo seu valor, assim conseguirá ser mais seguro(a) e tranquilo(a) e estará mais próximo do sucesso que almeja.

Simone Stefauto de Oliveira

Queila Trizotti

Quando eu conheci o Dr. estava em uma das fases mais difíceis da minha vida, acabado de terminar um relacionamento com problemas financeiros e com a vida profissional despencando, mas através da mentoria dele fui colocando cada coisa em seu devido lugar, hoje me considero uma pessoa extremamente feliz e realizada, e quando trabalhamos nossa força interior e autoconfiança as coisas simplesmente acontecem, eu evolui tanto e obtive tantos resultados, que hoje ajudo ele meu mentor dr Fabiano Goes, a levar a sua mensagem de transformação e desenvolvimento pessoal para maior número mulheres possível. E acredito tanto na causa e no propósito e na transformação que ele gera que atualmente me tornei co-produtora Dele, que pra mim é uma honra.

Etine Oliveira

Você realmente é um profissional incrível, pois consegue fazer qualquer assunto interessante. Transborda amor pelo que faz, e o resultado não poderia ser diferente. Nós que agradecemos por compartilhar tantas informações transformadoras e relevantes. Acredito quão feliz e realizado você fica com feedback positivo que tem proporcionado na vida de tantas pessoas. Obrigada por ser este profissional sensacional.

Daniela Diniz

Advogada

Dr. você me ajudou tanto através dos seus vídeos, que nem sei se conseguirei expressar por palavras p quanto bem você me fez/faz. Obrigado por me mostrar o outro lado da coisa (sem visão romantizada que o sendo comum tem sobre quase tudo). São os seus vídeos a minha primeira busca da manhã, pois lá através da linguagem mais objetiva e acessível do mundo, eu passei a entender coisas “simples” que jamais ninguém foi capaz de explicar. Obrigado por tudo… mil vezes obrigado!

Tati Haurani

Aprendi a me amar em primeiro lugar. Aprendi que a esperteza e a experiência são ais importantes que diplomas. Aprendi que devemos aprender alguma coisa todos os dias. Aprendi que “camarão que dorme a onda leva”. Aprendi que devo conviver com pessoas que me agregam alguma coisa. E que eu devo exercitar o tempo todo a arte de “dar e receber” pois mesmo achando que não estou recebendo, o Universo manda tudo vive boa de volta. Antes, eu só sabia ganhar dinheiro. Hoje eu sei ganhar tudo que quero!

Ir para o topo